Total de visualizações de página

segunda-feira, 21 de março de 2011

CUIDADO - NÃO CAIAM NA ESPARRELA

Acabo de vivenciar a experiência de ser acusada de usar post sem autorização!
Acreditem, justo eu!
Vamos aos fatos:
No final do ano passado procurei no google por receita de Cartellata, doce que gosto muito e por ser Alderighi de nascimento e por ter muitos parentes e amigos da colônia italiana

Achei diversas e coloquei em meu blog com link para cada site onde encontrei .
Um deles foi o delicioso Petitchef.
Até aí, beleza, tudo ok!
Sábado recebi um e-mail de uma pessoa indignada me ameaçando de furto e etc, que eu tinha feito algo muito ruim : roubado a família dela , citado a família dela como se fosse a minha, etc...

Apesar de saber que em meu site havia link para o Petitchef , reforcei coloquei o texto na íntegra como me foi solicitado e reforcei que não era meu, tudo como manda o figurino da ética e boas maneiras.
Para minha surpresa o bafafa continuou Twitter afora @flaviamillas tá mais na boca do povo que Barack Obama depois da visita ao Brasil.
Para acabar com a confusão, link extirpado pela raiz.
Fica aqui uma pergunta:
Como fazer para saber da idoneidade de um site onde encontramos algum artigo?
Acho que não temos como.

O ideal então é realmente não colocar nada mesmo que cite fontes, pois pessoas mal intencionadas podem até publicar algo interessante como isca e sabe-se lá o que podem fazer depois. 
E você ?
Qual sua opinião?

4 comentários:

  1. Isso só pode ser brincadeira!!! Minha avó já fazia
    cartelata, a mãe dela fazia, enfim, a bisavó dela fazia... Não tinha Internet, nem face, nem blog, nem site...
    Eu não posso acreditar que a receita de cartelata tinha dono...Então roubamos todos a receita de algum italiano que vivia ainda na Itália não unificada. Estamos todos detidos!!!
    Afe!!!
    Beijos Flávia, eu te dou a receita da minha avó... Apesar de ser muito antiga, ela não cobraria os direitos de uma receita que nada mais é que uma receita de um pastel muito fino, com o requinte de cada um de nós!

    ResponderExcluir
  2. Flávia querida,

    A Receita da minha avó, Dna. Maria Mancini De Laurentis e de mais um monte de comadres dela, cunhadas, irmãs, etc., etc., etc.

    Espero que goste.

    Beijos

    Ingredientes:
    1 kg de farinha de trigo
    1 xícara de óleo
    1 xícara de café de cachaça
    1 colher (chá) de fermento em pó (opcional)
    água morna até dar ponto
    Óleo para fritar
    1/2 litro de mel

    Modo de fazer

    Faça uma cova com a farinha, coloque o óleo, uma pitada de sal, a cachaça e a água até dar o ponto para passar o rolo.
    Deixe a massa bem esticadinha, faça aros com nó, e coloque numa frigideira com óleo bem quente.
    Deixe escorrendo no papel impermeável e depois coloque o mel numa outra frigideira com um pouco de água para afiná-lo e escalde as cartelatas.
    Depois de escaldadas coloque num recipiente e, se quiser mais mel, regue por cima.
    Algumas pessoas costumam jogar também nozes picadas, amêndoas, aqui no Brasil, castanha do Pará também.
    Minha avó não colocava nada. Só deixava frita no mel. HUUMMMM!!!!

    ResponderExcluir
  3. Flávia,

    conhecida e respeitada como você é ficaria muito feliz de ter algo do meu site aqui no seu blog (ainda mais com link para o meu!!!).
    Fazer o quê, né??

    Indico você pra todo mundo que me pergunta sobre cursos!
    Abraço grande!!

    Andrea

    ResponderExcluir
  4. é Flavia a coisa ta feia , por aii, ninguem pode ver nada que quer tdo pra si, neste caso do sites..eu digo se nao houve registro- vc pode registrar ok..procure pessoal que trabalha com registro online. ok abraços
    léia ferreira pizzatto-ctba-pr
    party design

    ResponderExcluir